• novcaminhos

Como desenvolver bons hábitos de comunicação entre pais e filhos?


Sabemos que uma das obrigações dos pais na educação dos filhos é impor limites e disciplina, para que cresçam responsáveis e preparados para lidar com as frustrações da vida adulta. Mas não é fácil, até porque é difícil para algumas famílias diferenciarem o que é punição de castigo e que uma conversa franca, sem nenhum tipo de violência verbal ou física, é a melhor forma de manter um canal aberto de diálogo em casa.

Preparamos um guia com 5 dicas para aperfeiçoar a comunicação entre pais e filhos:

1 - Esteja presente!

Parece um primeiro conselho óbvio, mas será mesmo que você está presente? Que seu filho encontra sempre as portas abertas para o diálogo? Para ter certeza disso, o ideal é criar um compromisso diário - nem que sejam apenas 15 minutos - para você realmente conversar com o seu filho sobre assuntos diversos. Assim, ele sentirá acolhimento e confiança.

2 - Seja um bom ouvinte

Isso é tão importante quanto estar presente. Quando conversar com seu filho, ouça de verdade. Não julgue, não interrompa e pergunte sobre o ponto de vista dele sobre aquele assunto.

3 - Seja claro

Um dos principais problemas de ruídos de comunicação é a forma como a mensagem é passada. Na maioria da vezes (em quase todos os segmentos da nossa vida), achamos que o outro deve entender ou adivinhar o que queremos. Mas se você não falar, de forma clara, qual é a sua expectativa sobre determinada tarefa ou assunto, não há como a outra pessoa atender às suas expectativas.

4 - Elogie

Elogios têm grande valor na comunicação! E contribuem para manter um canal aberto de confiança e admiração entre pais e filhos. Frases como: você fez um bom trabalho, parabéns pelo esforço, você é um ótimo filho, podem ser usadas diariamente e para pequenas tarefas.

5 - Em caso de punição, deixe claro qual é o problema!

Esse é um ponto muito importante! Quando há um problema a ser resolvido com uma punição, deixe claro para a criança ou adolescente qual é o problema. Se foi mau comportamento, por exemplo, explique que não gostou da sua atitude e que ele deve agir de outra forma. E afirme que o problema não é ele e sim a forma como se comportou. Ao final, seja carinhoso, deixe claro que errar é algo natural e que a família não deixará de amá-lo por causa disso.

#comunicação #pais #filhos

  • Branca Ícone Instagram

Contato

Telefone:

(13) 3251.5174

E-mail:

caminhos@escolanovoscaminhos.com.br

Localização:

Av. Senador Pinheiro Machado, 495 - Santos/SP.