• novcaminhos

Dicas para promover respeito e companheirismo entre irmãos


O relacionamento entre irmãos é um dos pilares que irão definir traços de personalidade e comportamento da criança. Ela tem uma relevância particular nas relações afetivas entre familiares, já que problemas nessa interação refletem o vínculo da família a longo prazo.

Além do laço sanguíneo, os irmãos possuem uma forte ligação afetiva, construída pela convivência diária e o compartilhamento de experiências. Quando sentimos o apoio emocional de um irmão, o amor que nutrimos se fortalece, sendo um importante elo nos desafios que a vida adulta traz.

Mas é natural que essa relação também enfrente obstáculos, especialmente na infância e adolescência. Com diferentes idades e preferências, conflitos e uma rivalidade podem surgir. Os pais não precisam necessariamente intervir em todas as vezes que houver atritos, mas é importante lidar de forma saudável com os sentimentos negativos entre irmãos, como ciúme, raiva, inveja e agressividade. É papel dos pais promover atitudes que fomente a confiança e a empatia nos irmãos, criando uma convivência de respeito e harmonia. Com isso, os conflitos que surgirem - em qualquer idade - vão poder ser resolvidos de forma mais tranquila. Mas como fazer isso? Preparamos algumas dicas:

Seja imparcial

Independente da idade dos filhos, a imparcialidade deve ser o seu principal foco de atenção. Evite comparações e não tome partido, atitude importante para evitar a competição entre irmãos. Brigas devem ser punidas de forma equivalente, o que evita disputas e previne novos embates.

Dê o exemplo

Se as crianças enxergam a relação dos pais e dos tios de forma tóxica , elas tendem a repetir o comportamento com seus irmãos. Evite levar os seus conflitos com irmãos e cunhados para a realidade da criança. O mesmo vale para as discussões entre os pais, que devem ficar entre quarto portas. Estimule a autonomia

O diálogo é a solução da maioria dos problemas. E as crianças devem aprender isso desde cedo. Estimule a conversa, expondo os pontos do conflito de forma tranquila e os lembre que as diferenças devem ser respeitadas, independente da forma como o outro vê o mundo. Isso é importante para o exercício da cidadania, amizade e fraternidade.

Vai elogiar? Que seja todos!

Não elogie apenas um dos irmãos, especialmente na frente do outro. Os pais devem demonstrar orgulho e admiração por todos os filhos, para evitar sentimentos de ciúme, inveja e arrogância.

Estão afastados? Crie situações para que se aproximem

Programas em família são ótimos para unir pais e filhos, mas também funcionam muito bem com irmãos. Eles devem se divertir juntos, para lembrar que não é somente o sangue que os ligam.

Nunca fale mal de um para o outro

É fácil cair na tentação de reclamar de situações de um para o outro, especialmente quando estão na adolescência. Mas esse hábito é nocivo e cria constrangimentos na família.

Não compare

Nem precisa explicar o quanto as comparações são prejudiciais para o bem estar emocional das crianças né? Se com os amiguinhos é ruim, imagina com o próprio irmão?

Esperamos que tenham gostado das dicas!

#respeitoentreirmãos #companheirismo #relacionamentoentreirmãos #dicasderespeito

  • Branca Ícone Instagram

Contato

Telefone:

(13) 3251.5174

E-mail:

caminhos@escolanovoscaminhos.com.br

Localização:

Av. Senador Pinheiro Machado, 495 - Santos/SP.