• novcaminhos

Como deixar a Internet mais segura para crianças e adolescentes?


Crianças e adolescentes estão cada vez mais conectados, desde cedo. Jogos, redes sociais, vídeos e blogs fazem parte da rotina desde bebês. Mas o tempo que eles passam online preocupa, já que nem sempre os pais e responsáveis podem acompanhar tudo o que os pequenos e jovens fazem na rede. Como deixar a Internet mais segura para crianças e adolescentes?

É preciso ficar atento pois há muitos perigos nas telas, como assédio e abuso sexual, cyberbullying, compras sem permissão e acesso a conteúdo inapropriado, entre outros. Mas se a preocupação com a qualidade e o acompanhamento do que eles acessam for algo rotineiro no cotidiano das famílias, não será preciso proibir o uso e sim controlá-lo de forma saudável.

Confira dicas para assegurar a segurança de crianças e adolescentes na Internet:

1 - Computador na sala

O ideal é que o computador fique em uma área comum da casa, como a sala. Assim, crianças e adolescentes terão que navegar em um ambiente controlado pelos pais, que poderão visualizar o conteúdo acessado. 2 - Bloqueio de conteúdo inapropriado

Você sabia que é possível impedir o acesso a conteúdo impróprio? Acesse os navegadores e busque o botão “Ferramentas”. Depois clique em“Opções da Internet” e selecione a aba “Conteúdo”. Na aba, clique no botão “Habilitar…”. A janela “Supervisor de Conteúdo” deve abrir, ali é possível bloquear os sites desejados. Também é possível baixar extensões de bloqueio. No Google Chrome, por exemplo, há o “Website Blocker”.

3 - Sites de busca

No Google, você pode usar a ferramenta “SafeSearch” para impedir que sites com conteúdo adulto apareçam nos resultados de pesquisa. No Bing, clique em “Configurações” e depois em “Restrita” na opção para pesquisa segura. 4 - Youtube Kids

Ensine as crianças a acessarem somente o YouTube na versão Kids (salve-a nos favoritos). Também é possível restringir o conteúdo adulto da versão tradicional no “Modo de Segurança”.

5 - Celulares

Você sabia que é possível restringir o acesso também em celulares? Em aparelhos Android, os pais podem configurar o acesso no “Google Play”. No menu, selecione "Configurações", clique em "Filtragem de Conteúdo" e escolha os aplicativos que deseja liberar o acesso. 6 - Videogame O contato com outras pessoas através dos jogos online também é uma preocupação. Por isso, os pais devem acessar o “Controle dos Pais”, que permite escolher quais jogos podem ser jogados, o tempo que a criança pode ficar conectada e se ela tem autorização para acessar a Internet, ou seja, participar de jogos online com outras pessoas. 7 - Redes Sociais O ideal é que crianças não tenham perfis em redes sociais. Já adolescentes devem ser orientados sobre a importância de preservar sua identidade. É cada vez mais comum criminoso coletarem dados sobre pessoas por meio dos perfis em redes sociais.

Explique sobre os limites do uso de imagem, controle a rede de amizades (veja se o jovem conhece mesmo todas aquelas pessoas e quem são), observe as opções de privacidade e restrinja o número das pessoas que têm acesso ao perfil dos pequenos!

Não é recomendado divulgar informações pessoais como endereço, escola, e hábitos do cotidiano, e nem compartilhar fotos que possam indicá-las.

#internet #segura #crianças #adolescentes #segurança

  • Branca Ícone Instagram

Contato

Telefone:

(13) 3251.5174

E-mail:

caminhos@escolanovoscaminhos.com.br

Localização:

Av. Senador Pinheiro Machado, 495 - Santos/SP.